Horários de Visitas
Ouvidoria
Contate-nos

Imprensa

Saiba como doar sangue mesmo em meio a pandemia

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
Apesar das medidas de isolamento social, em razão da pandemia do novo coronavírus, a demanda por sangue é crescente nos hospitais da região, seja em razão dos casos de urgência e emergência ou pelo retorno dos procedimentos eletivos. O Hospital Regional São Paulo (HRSP), de Xanxerê, se juntou ao Hemosc de Chapecó para incentivar a comunidade a doar sangue nos próximos dias.

Para esclarecer algumas dúvidas sobre o assunto, conversamos com a enfermeira da Agência Transfusional do HRSP, Kathryne Santini.
 

Em razão da pandemia as doações ocorrem por agendamento, Kathryne. Como a comunidade pode proceder?
Kathryne Santini: Sim, é tudo bem organizado e está ainda mais fácil agendar a doação de sangue, que poderá ser via telefone no (49) 3700 6401 e 3700 6410 (de segunda a sexta, das 8h às 16h) ou no site do Hemosc, que é o www.hemosc.org.br. Basta clicar na aba “Agende Sua Doação” e preencher as informações solicitadas.
Nunca esqueça que as doações precisam ser agendadas com pelo menos 24 horas de antecedência. Sendo importante o doador comparecer com, no mínimo, 15 minutos de antecedência em relação ao horário agendado.
O agendamento possibilita melhorar o fluxo dos doadores nos hemocentros, além da necessidade imposta pelo isolamento social.
 
Quem teve a Covid-19 ou entrou em contato com uma pessoa que passou pela doença pode fazer doação de sangue?
Kathryne Santini:  Pessoas que foram infectadas pelos vírus SARS-CoV-2 após diagnóstico clínico e/ou laboratorial são consideras aptas para a doação após período de 30 dias da completa recuperação, ou seja, pelo menos um mês depois de estar assintomática e sem sequelas que contraindiquem a doação;
Aqueles que tiveram contato nos últimos 30 dias com pessoas que apresentaram diagnóstico clínico e/ou laboratorial de infecções pelo vírus SARS-CoV-2 só poderão doar depois de passar 14 dias do último contato com o doente;
Já as pessoas que permaneceram em isolamento voluntário ou indicado por equipe médica devido a sintomas de possível infecção pelo SARS-CoV-2 devem esperar pelo período mínimo 14 dias, se estiverem assintomáticos, para fazer sua doação.
 
 
 
Para as demais pessoas, quais os critérios para a doação de sangue?
Kathryne Santini: Para quem não teve contato ou não se infectou com vírus SARS-CoV-2 os critérios seguem os mesmos de antes da pandemia. Sendo necessário:
  • Ter idade entre 18 e 69 anos, 11 meses e 29 dias;
  • Doadores com idade de 16 e 17 anos de idade, são aceitos para doação mediante a presença e autorização formal dos pais e/ou responsável legal;
  • O limite de idade para primeira doação é de 60 anos;
  • O candidato à doação deve estar em boas condições de saúde, sem feridas ou machucados no corpo;
  • Pesar acima de 50 kg (com desconto de vestimentas);
  • Ter repousado bem na noite antes da doação;
  • Evitar o jejum. Fazer refeições leves e não gordurosas, nas 4 horas que antecedem a doação;
  • Evitar uso de bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas;
Para fazer a doação é indispensável que o doador apresente um documento de identidade com foto, emitido por órgão oficial, como RG, carteira profissional, carteira de motorista, etc.
Outra orientação importante, especialmente para esse período de pandemia, é evitar ir ao Hemosc acompanhado com crianças. A orientação é ir sem acompanhantes.
 
Existem algumas situações específicas que impedem a doação de sangue? Quais são elas?  
Kathryne Santini: Sim, algumas doenças impedem a doação de sangue. São elas: Hepatite após os 11 anos de idade; Lepra (Hanseníase); Hipertireoidismo e tireoidite de Hashimoto; Doença auto-imune; Doença de Chagas; AIDS; Diabetes; Câncer; e problemas cardíacos, que necessitam avaliação e declaração do cardiologista.
Há ainda outras situações, como: se a pessoas fez ou faz uso de algumas drogas ilícitas nos últimos 12 meses; se mantém relações sexuais de risco ou teve contato sexual com parceiro ocasional/eventual nos últimos 12 meses; e, no caso específico das mulheres, se está gestante ou amamenta bebê com menos de um ano.
É importante frisar que doação de sangue é uma ação importante e séria, por isso ao preencher o questionário do Hemosc seja sincero nas respostas.


P.S: A fotografia utilizada nesta divulgação é do arquivo do HRSP/2018. 
logo_footer.png
Rua Celestino do Nascimento, N. 373
Xanxerê - SC | CEP: 89820-000
+55 049 3441-7777
falecom@hrsp.com.br

Diretor Técnico Responsável:
Dr. Mário A. Marques
CRM/SC 7544 | RQE 2866
© Copyright 2020 Hospital Regional São Paulo. Todos os direitos reservados.