Horários de Visitas
Ouvidoria
Contate-nos

Imprensa

HRSP comemora o Dia de Santa Maria Bernarda

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Neste dia 19 de maio é o Dia de lembrar Santa Maria Bernarda – a fundadora das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora – Congregação que desde 1974, administra o Hospital Regional São Paulo (HRSP), através da Associação Educacional e Caritativa (ASSEC).

 

:: Santa Maria Bernarda Bütler foi a Fundadora das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora (1848-1924). Beatificada por São João Paulo II no dia 29 de outubro de 1995 e canonizada pelo Papa Bento XVI em 12 de outubro de 2008. Sua festa é no dia 19 de maio.

Maria Bernarda (Verena) Bütler nasceu em Auw, na Suíça, no dia 28 de maio de 1848, quarta entre oito filhos de Enrique e Catalina Bütler, modestos camponeses, mas sábios pais cristãos.  Em 1867, acolhendo o convite do Senhor e guiada por seu pároco, Verena ingressou entre as Clarissas Capuchinhas do Mosteiro de Maria Auxiliadora em Altstätten, também na Suíça, edificando suas irmãs com uma vida exemplar. Foi mestra de noviças e posteriormente superiora do Mosteiro por nove anos.

Em 19 de junho de 1888, veio para o Equador com mais seis Irmãs para trabalhar na missão, anunciando o Evangelho aos povos da América Latina.

Assim, fundou a Congregação das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora. Já ali tinha fama de santa entre o povo pobre que as irmãs atendiam cuidando da catequese, da alfabetização e da saúde. Por causa da revolução liberal e consequente perseguição, Santa Maria Bernarda, com sua pequena comunidade de irmãs, foi para a Colômbia, para a cidade de Cartagena. Mesmo com problemas de saúde Santa Maria Bernarda continuou sua missão de evangelizar.

Em 1911, ela enviou ao Brasil um grupo de irmãs. O objetivo era fundarem nestas terras, mais um centro missionário.

Santa Maria Bernarda faleceu em 19 de maio de 1924 em Cartagena, depois de levar uma vida santa conforme dizia: “Meu viver é o Evangelho” e “Sou e devo ser missionária”. Em 29 de outubro de 1995 foi declarada Beata após comprovação de seu primeiro milagre e, em 12 de outubro de 2008, foi canonizada por Sua Santidade o Papa Bento XVI. Assim a sua festa litúrgica é celebrada no dia 19 de maio.

Santa Maria Bernarda deixou como herança a suas irmãs: o carisma de “Viver o Amor Misericordioso de Deus Uno e Trino, através das Obras de Misericórdia, como missionárias”. Ela deixou mais de 3.000 cartas e escritos sobre espiritualidade.

Pelo mundo, a devoção a Santa Maria Bernarda segue crescendo em meio a população com muitos relatos de milagres e graças em todas as regiões por onde é conhecida. No Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê, são vários os relatos de graças alcançados por sua intercessão.

Atualmente, além das Irmãs da Congregação, existem mais de mil leigos consagrados em vários lugares do mundo, vivendo a espiritualidade por ela iniciada - inclusive em Xanxerê e região. Além disso, existem vários projetos sociais, obras e ações que levam o nome e a missão de Santa Maria Bernarda – como é o caso da Casa da Acolhida Santa Bernarda – que acolhe e hospeda acompanhantes e familiares de pacientes internados no Hospital Regional São Paulo.

1.jpg
2.jpg
logo_footer.png
Rua Celestino do Nascimento, N. 373
Xanxerê - SC | CEP: 89820-000
+55 049 3441-7777
falecom@hrsp.com.br

Diretor Técnico Responsável:
Dr. Mário A. Marques
CRM/SC 7544 | RQE 2866
© Copyright 2022 Hospital Regional São Paulo. Todos os direitos reservados.